Thursday, May 15, 2008

O Mistério do Post Mais Acedido

André Luis Ribeiro Albertino a.k.a. Andréa Albertine, alegadamente possuidor de um P.G.

Todos os posts do Ervilhas são iguais, mas uns são mais visitados que outros. O campeão chama-se “Serei Só Eu?”, data de Novembro de 2007 e é responsável por 10 a 15 por cento do total dos hits deste blogue. Durante muito tempo intrigou-me o porquê de ser este e não outro qualquer. Apesar de todos iguais, uns são umas obras-primas, outros nem por isso e este, em particular, nem de longe, nem de perto, nem que bebesse uma garrafa de bagaço ao pequeno-almoço, fumasse charutos dentro dos aviões da TAP e lhe crescesse uma coluna vertebral e pêlo na venta.

Analisando com um pouco mais de cuidado as estatísticas de tráfego, reparei que a esmagadora maioria dos visitantes provinha do Brasil e apressei-me erradamente a concluir que “Serei Só Eu?” era uma catchphrase da última novela da Globo ou uma exclamação de Ronaldo (o Fenómeno) aquando da sua desventura travestida no motel Papillon, o refúgio das borboletas.

Não pensei mais nisso. No post, quero eu dizer, pois míope como sou, a situação do Ronaldo impressionou-me e muito. Gosto que as mulheres fiquem contentes de me ver, mas assim também já seria demais.

Quanto às razões do “Serei Só Eu?” ser porta privilegiada de entrada no maravilhoso mundo das Ervilhas Safadinhas, a minha abençoada ignorância arrastou-se durante mais uns meses. Santa pureza a minha ao contentar-me com uma explicação tão simples, linear e inocente. Diria que fui um querido, um fofinho, um totó de primeira, uma amélinha à Nuno Gomes.

Ontem fez-se luz. A pulga, por muito que hibernasse, não me saía de trás da orelha e o meu sexto sentido efeminado dizia-me que ali havia gato escondido com o rabo de fora. Todas as minhas conjecturas eram puro engano e só quando teclei “P-É-N-I-S G-R-O-S-S-O” no motor de busca de imagens do Google abarquei toda a largura, por assim dizer, da situação: eu sou o número um em diâmetro de pila no universo da internet lusófona!

Não que eu ligue a essas coisas mas, aqui entre nós, por acaso até já era o maioral cá do bairro, bem, digamos que aqui da rua, vá, de certeza, de certeza, assim pelo menos do meu prédio...(Nota do Editor: o Ervi é o único inquilino privado de um prédio que alberga um lar da terceira idade exclusivamente feminino)

2 comments:

H4rdDrunk3r said...

Lindo. Adorei a descrição. E de facto, és mesmo o pénis mais grosso do google nacional. Ahah, parabéns!!

Catarina Morgado said...

Um bem haja ao pénis grosso do silicon valley! Que o google esteja sempre contigo!! Aleluia