Monday, June 23, 2008

Na Cama Com Ervi

Como podem facilmente constatar, pela imagem que tão gentilmente disponibilizo, o meu quarto é absolutamente normal. Uma cama de casal em madeira de Cabinda, um varão para striptease resgatado ao antigo quartel dos Sapadores da Pontinha, uma serigrafia do Milo Manara e uma mesa de apoio em fórmica sueca. Tudo trivial, corriqueiro, pão nosso de cada dia. Lamento desapontar-vos...

13 comments:

@me@@@ said...

é... é de facto uma cama normalissíma, diria até banal e enfadonha... :-)

nagareboshi said...

O_O

barbarija said...

Eh, pá!Eh, pá! Isto não é muita parra para pouca uva?

Noiva Judia said...

coitada da pessoa que tiver de limpar o pó à mobília! é que tem muitas reentrâncias onde o maldito pó se acumular. tirando isso, é perfeitamente corriqueira.

Sara said...

C'horror!
Eu não dormia aí.
C'horror!

Teresia said...

A minha é igual nao vejo novidade nisso! Super banal!

Pips said...

Me-do-nho!

Catarina Morgado said...

Qual medonho, qual carapuça!!?? Genial, isso sim!

Nuno T said...

Ah, escolheste o castanho escuro. Eu fui para o castanho-pinho para combinar com a cómoda formato menina-de-quatro.

ps: A pontinha não tem sapadores.

cba BDS said...

só mesmo tu para necessitares duns pilares destes para segurar a tua cama. Como é que depois não andará a felina, toda partida cálculo, além disso o aroma da madeira de cabinda sempre foi muito forte. O varão está muito bem pensado, serigrafias do Milo Manara são qualquer coisa de especial e a mesa da marca sueca (qual é a casa portuguesa que não a tem concerteza). Nada foge ao banal, inclusivé não daria mesmo para dormir como disse a Sara, mas sim para...

Su said...

ahahaahah

k coisa horrível... llooll

Kitty Fane said...

Credo. Que pesadelo. :-D

Maria said...

isto é que havia de ser uma aventura....