Wednesday, September 24, 2008

Decotes Há Muitos Seus Palermas

Às vezes interrogo-me sobre qual a percentagem do meu público-alvo que partilha as mesmas referências culturais que eu. Entre a piada básica, brejeira e universal e o humor demasiado inteligente, rebuscado e privado é que está a virtude. É nessa janela de centrismo que se ganham eleições e se deixa a blogosfera rumo à estratosfera.

Nada que me seduza, portanto. À virtude, não a procuro e ela já desistiu de mim há séculos. Deixo-me é ir ao sabor da corrente e aceno para as margens onde gregos e troianos me fitam incrédulos. Mais ainda, quando em vez de um adeus são presenteados com um gesto obsceno ou um impropério de cariz original ou um decote geni(t)al.

5 comments:

maria teresa said...

Ó ervilha desvirtuada
Não sabes que todo o tipo de humor bem misturado dá uma "explosão" digna de um Einstein ( é assim que se escreve?)

Com amor beijinhos

Patalógica said...

vai acenando, que nós por cá, fitamos-te (?)!
ah! não te esqueças das bóias...

M. said...

"É nessa janela de centrismo que se ganham eleições e se deixa a blogosfera rumo à estratosfera."

Minha querida ervilha espero que não vás rumo à estratosfera é que ouvi dizer que esta semana ia lá fazer mto mau tempo....! ;)

Ervi Mendel said...

Vou com a Virgem, a do Richard Branson. Diz quem sabe que a atmosfera por lá é de grande camaradagem!

Ana S. said...

boa tarde :)
costumo passar por aqui muitas vezes, exactamente porque gosto do seu tipo de humor. dou grandes gargalhadas a ler os seus posts e adoraria saber onde foi desencantar esta BD, que me deixa sempre com um sorriso :P

cumprimentos e continue assim *