Monday, November 10, 2008

Top Ten - Provas Que deus Não Existe

Papaia – Não lembra ao Diabo existir um fruto que sabe a lixo em avançado estado decomposição, tem a consistência de um tumor canceroso e escorrega garganta abaixo como uma ostra temperada com crude.

Wrestling – Um desporto que não o é, uma indústria que preda desavergonhadamente as crianças e os atrasados mentais e a única actividade pseudo-desportiva mais ridícula que o Curling. E olhem que chaleiras de pedra e vassouradas no gelo são bem difíceis de ultrapassar!

Radiohead – Só num universo sem deus se explica a existência e o sucesso destes marmanjos deprimidos e as suas cançonetas de perpétua dor menstrual. Creepy weirdos, yes indeed. Uns Buscopan e isso passa. Ou talvez não. Em todo caso esperemos que a menopausa não se faça rogada e dê um ar da sua graça brevemente. Muito agradecido.

Impostos – não preciso de acrescentar mais nada, pois não?

Flip-flops – o meu ódio é tal que nem sei por onde começar. Monstruosamente feios, monumentalmente desconfortáveis, ridiculamente caros, não oferecem qualquer protecção, nem apoio para o pé, sendo, por isso, prejudiciais à saúde. Andem descalços ou andem calçados mas nunca de “chinelo de enfiar”! Se gostam de enfiar coisas em sítios onde não é suposto digam que eu tenho sugestões muito mais divertidas.

Igreja Católica – ao longo da história os maiores promotores de desigualdades, de preconceito, de perseguições, da supressão da Ciência, do marketing dos mitos e histórias da Carochinha, da doutrina do medo, da conduta da pouca-vergonha em privado, da hipocrisia com “H” maiúsculo.

Cancro da Mama – A crueldade no seu melhor, o mau gosto personificado. Até parece que há mamas suficientes no mundo para nos manter entretidos durante o decorrer das nossas longas e aborrecidas vidas.

Manuela Moura Guedes, Clara Pinto Correia ou Júlia Pinheiro (não me consigo decidir) – nem que fossem as últimas invertebradas do Sistema Solar e arrabaldes e eu sofresse das mais agonizantes e dilacerantes dores genitais.

Cinema Português – Ninguém merece tal coisa, nem o Josef Fritzl, nem sequer o Pinto da Costa. Com tanta guerra, fome, doença, injustiça e clubes a equipar de azul e branco, não havia necessidade de se realizarem longas-metragens por cá. Não havia, nem há. Nem longas, nem curtas, nem de animação, nem telefilmes, nem telenovelas. Indústria corticeira? Todos os dias. Vinho aperitivo tradicional do Vale do Douro? Segue jogo. Turismo sexual? O freguês tem sempre razão. Microcomputadores terceiro-mundistas com nome de navegador? Deixa andar. Filmes e produção audiovisual nacional? Não, por amor de Deus, NÃO!

Masturbação Fetal – se Deus existisse acham mesmo que vos permitiria estarem a puxar o lustro ao bacamázio (neologismo Ervi ©) dentro das vossas mães? Sessões contínuas intra-placentárias de esgalhanço do pessegueiro? Sarapitolas múltiplas no conforto líquido e escurinho do útero? Pois, parece-me que não. E da próxima vez que puserem a vossa mãozinha na barriga de uma grávida para sentir “os pontapés” pensem duas vezes...

8 comments:

ZaniNE said...

Eeeee, estamos com graves problemas. Coloco até em questão a continuidade das minhas visitas ao teu blog! É que além de adorar Radiohead (e tudo o q é música melancólica) tb gosto de papaia.

Eu é que sou compreensível e tolerante... Bj.

P.S. Antes deles vêm os Desert, a Pisca-Pisca e muitos mais!?

R.B.M. said...

Concordo com muitas coisas na lista mas tenho de aplaudir em particular os Radiohead. também não consigo perceber porque meio-mundo os acha fantásticos. fantásticos só se forem para dar o último empurrãozinho a um suicida indeciso.

Restelo said...

Posso acrescentar a Floribela e os Morangos com Açúcar?

Osga said...

Padres Pedófilos?!

nagareboshi said...

eu gosto dos radiohead...mas concordo com a maioria das coisas...podes por também na tua lista as pessoas mal cheirosas que se sentam ao pé de nós nos transportes públicos e os velhos babosos com mais de 60 que perseguem moças novas na rua e a floribella e o seu novo programa lucy que rouba a inocência ás crianças...ah e já que falamos em comida horrível põe também as favas e as iscas e a dobrada.

Mr X said...

Mhhh, tento sem sucesso discordar destes pontos.

Anonymous said...

Discordo com flip-flop ( não sabia que se chamavam assim, adoro "havaianas"), papaia é fresquinha e saborosa...

paddy said...

Eu gosto do 'Creep' dos Radio, e de flip flops pá.