Wednesday, December 3, 2008

Cotonete

A maior parte dos meus amigos e conhecidos estrangeiros baralham-se imenso e não percebem como é que nós atribuímos o sexo às coisas. É um mistério para eles como a pila é feminina e o pipi é masculino. Até pode ser perigoso: tenho uma amiga finlandesa que entrou numa pastelaria aqui em Benfica e pediu um bico e uma queca em vez de uma bica** e um queque.

Eu bem tento explicar-lhes que nós somos muito avançados, não perdemos tempo com esse tipo de questões existencialistas, e que, aqui no rectângulo, é menos conversa e mais acção. A verdade, no entanto, é que às vezes a angústia se abate sobre mim, resultado de certas dúvidas que me impedem de levar uma vida normal. Assim sendo, digam-me lá: é o cotonete ou a cotonete?

**cimbalinus portuensis

14 comments:

maria teresa said...

A ironia deve estar por trás da tua pergunta, é sempre de desconfiar mas,na dúvida cá vai: a palavra deriva da francesa "cotonnete" (s.f.), trata-se de uma adaptação linguística, os "portugueses" muito recentemente tiraram um "n".
Deverá dizer-se "a", embora haja quem diga que se deve "partir" da palavra "coton" (s.m.) mas quem defende esta linha não são verdadeiros linguistas.

Se quiseres mostrar que és muito letrado dizes "a" caso contrário, dizes "o" e ninguém tem um fanico.
:)

Inês said...

Conheci uma brasileira em Frankfurt que estudava em Portugal e ela contou-me que uma das suas pérolas foi dizer numa aula na faculdade que "fazia uns bicos para ganhar uns pila" que basicamente queria dizer que fazia uns biscates para ganhar uns trocos...
Acho que ficaram muito impressionados com ela :P

Grão de Areia said...

O cotonete, obviamente...

Noiva Judia said...

Se penetra, devia ser o cotonete. Mas seguindo a tua lógica de pila/pipi... já nada faz sentido. Conseguiste deixar-me baralhada!

Maria said...

Bem.... tratando-se de um objecto que se enfia, eu diria que é do género feminino.... a cotonete! Isto é como tudo na vida.... depende dos gostos de cada um hehe.
Beijinhos

Como sempre a educar o pobão do ciber espaço

CoRa said...

a-d-o-r-e-i.... rsrsrs

e acho que é "o" - na gramática, já na concepção... sabe-se lá...

blackstar said...

A Maria Teresa estragou-me o comentário... vou-me embora caladita...

maria teresa said...

Verídico!Passado em Setembro último, em Filadélfia, uma guia local "conhecedora" da língua portuguesa, dentro de uma igreja falou "n" vezes da pila baptismal, cheia de orgulho, devido aos factos históricos que estão ligados a essa "pila".
Depois de muitos risinhos disfarçados, por parte do grupo português, ela teve conhecimento do significado de pila.
Com muita graça ela auto castigou-se pondo-se virada para uma coluna da nave principal, batendo com a testa na parede.
O mais engraçado de tudo foi que não a conseguimos pôr a dizer PIA.

R.B.M. said...

Imagino a cara do empregado que atendeu a tua amiga finladesa. Deve ter pensado que era para os apanhados.

(e eu cá, sempre disse "o" cotonete!)

ZaniNE said...

Olha, como diz a Maria, se é de enfiar, não limpa o buraco mas empurra a porcaria e ainda por cima faz cóceguinhas... só pode ser O COTONETE!?

Mas isto sou eu a devanear...?

Bjs.

Nani said...

O que eu sei é que não se deve enfiar nos ouvidos ... o que é não importa nada!!! :P
Uma pergunta: A tua amiga, foi bem servida??? :P

Ervi Mendel said...

A minha amiga, a Maya, passou a ir sempre acompanhada aos cafés durante uma larga temporada!

miss j0 said...

eu digo 'o cotonete'. se está incorrecto não sei, mas sempre é bem melhor que 'um téni, dois ténis' :p

Restelo said...

C'essa forma, deveria ser "o" cotonete, mas prontos...