Thursday, December 18, 2008

Segunda Mão

Não me faz confusão nenhuma ter coisas em segunda mão. Casas, carros, móveis, electrodomésticos não lúdicos (bem, a batedeira e o aspirador pode ser), enxovais, roupa, napperons, passadeiras e afins, bibelots, DVDs, CDs, discos e, pasme-se, até mulheres.

(Inicio aqui um longo parêntesis para assinalar a piada mais misógina até à data no Ervilhas. Aproveito ainda para divagar e pensar como nas últimas décadas houve uma total inversão de valores e que apanhar alguém de idade legal ainda virgem é que é de desconfiar!)

Cada maluco, sua mania e a minha excepção a esta descontracção generalizada são os livros. Aí, meus amigos, sou psicótico! Não quero cá páginas já desfolhadas, nódoas de gordura inseminadas e folhas com macacos coladas! Detesto cantos dobrados, escritos gatafunhados e o cheiro a livros usados! E vocês? Que paranóias é que vos consomem?

18 comments:

Inês said...

Eu gosto muito de livros em primeira mão, do cheiro, das páginas branquinhas, da capa sem vincos, mas adoro ir buscar livros à biblioteca (e desde que estou na ilha faço-o constantemente)... não sei, os livros das bibliotecas parecem mágicos :) foram oferecidos por alguém com o intuito de ajudar a educar. Gosto.

maria teresa said...

Dear Ervi
Essa de não gostares de livros antigos que têm um cheiro característico, dos que mostram que foram manuseados, que têm uma ou outra página marcada agrada-me.
Começo a compreender melhor a tua geração.
Está na altura de começar a frequentar quem compre livros de família alguns do século XIX e de autores bem conhecidos.

Beijinhos

Patalógica said...

eu tenho várias paranóias, mas a pior é com casas de banho. sou incapaz de ir à wc dos homens ou ir à casa de banho enquanto estiver alguém no corredor.

Gi said...

Comigo, há imensa coisa que depende da qualidade da 1ª mão ou da 1ª de mão.

Mr X said...

Earphones, auscultadores, phones, cenas para meter nos ouvidos, quaisquer que sejam.
Levar com a cera dos outros? Blharccccc!

E chapéus, gorros... caspa de outrém? piolheira?

Nããã

ZaniNE said...

Olha, dei o berro! Deixaste-me a pensar que tenho fobia a coisas usadas! :O.

Livros têm de ser novinhos e só meus para poder escrevinhar à vontade; carros, casas (nada que umas obras não resolvam!) toalhas, napperons... Lá que os homens sejam usados, até que pode ser bom, se já vierem amestrados!? hihihi

Bjs.

The queen said...

Vou pensar e já volto... :P

Patrícia said...

lol. não há espaço para os descrever. mas livros, eu é novos e usados.

JS said...

Eu não suporto que experimentem os meus brincos ou sapatos. E também não acho piada a partilhar coisas de por nos ouvidos, como o Mr.X.

margarida said...

Eu paranóias assim não estou a ver nenhuma. Usado mesmo só livros: ou de biblioteca, ou em segunda mão porque comprar livros universitários é mesmo caro.. e se der para comprar em segunda mão é um mimo! :)

Marta said...

Já comprei muitas vezes livros usados e não me faz confusão nehuma... ou melhor quase nenhuma. Neste verão encontrei num alfarrabista um livro que queria muito, estava em excelente estado e muito mais barato do que o novo, MAS... tinha uma dedicatória... Não fui capaz. Isso não consigo mesmo. .. Apesar de não conhecer a pessoa de lado nenhum e poder até presumir (mas nc ter a certeza) que se se desfez do livro não lhe importava mt a dedicatória, senti-me a cuscar a intimidade de alguém de forma assustadora.

Alf said...

Eu tenho uma coisa contra os preservativos em segunda mão.

Restelo said...

Eu prezo muito os meus livros novos. Gosto deles em mint conditions e por isso custa-me sempre um pouco emprestá-los porque sei que há poca gente tão minhoquinha e cuidadosa com eles como eu...
Imóveis e carros em segunda mão é coisa que não me faz impressão.

Alexandra said...

Segunda-mão... pastilhas!

Agora paranoia mesmo, andar de transportes públicos a toda a hora, sobretudo na hora de ponta e odiar que me toquem. Prefiro perder o autocarro.

A. said...

Odeio de forma visceral que me peçam para provar o meu gelado!

Não tenho nada contra as línguas dos outros (embora das outras já tenha um bocadinho!), mas nos meus gelados não!!

;)

mt said...

vincos nas lombadas?

Mar said...

Sempre que compro bincos tenho que os desinfectar antes de pôr. E quando compro roupa, só a uso depois de a lavar (sabe-se lá quem a experimentou...).

Anonymous said...

Obrigadinho por destruir anos e anos de satisfatório recalcamento freudiano e relembrar a inenarrável humilhação de saber que dormimos com 'artigos em segunda mão'.

"Segunda" sendo um grande eufemismo.
Raios.