Thursday, February 26, 2009

Idas ao Médico

Há quem por razões de saúde nunca vá ao médico e há quem vá ao médico, oiça o que ele tem para dizer e depois faça exactamente o contrário. Eu, como homem de Ciência, sou apologista de uma postura que consiste em ir com um diagnóstico já feito e depois manipular o desgraçado, mentindo se for preciso, a nos receitar todas as drogas legais a que achamos ter direito. Faço isto desde sempre, com uma taxa de sucesso que não deixa margem para dúvidas: ainda estou vivo!

15 comments:

maria teresa said...

Até quando?
:)

Miss Glitering said...

Então mas porque é que lá vais??

JS said...

Ervi, isso é grave! Mesmo grave, devias ir ao médico!

Um abraço* medicinal, claro...

Restelo said...

homem de ciência???

Gingerbread Girl said...

Xanax!!!


\o/




*

PKB said...

Tu és mas é um "agarrado" =)

Bjocas!

Ervi Mendel said...

MT,
Até sempre

Miss G,
Preciso das receitas

JS,
Vou sempre que as receitas acabam

Restelo,
De Ciência sim, não deixes que o facto de eu ser um literato nato (lol) te engane.

Gingerbread G,
Esse é do top 10! Sem dúvida, lol

PKB,
Pois. As coisas boas da vida são para ser consumidas...

Luny said...

Uma vez convenci um médico que eu estava doente, quando na verdade não estava. Só não me apetecia ir prá escola!!! E ele receitou-me antibiótico e tudo!
Ihihih

Ervi Mendel said...

Luny, tu estás lá :)

maria teresa said...

Querido Ervi

Espero ardentemente que sim!
Beijos

ZaniNE said...

E ainda por cima agora, que com o meu seguro de saúde posso ligar para o médico, fazer a consulta via telefone e... não, não me envia a receita via fax ou email que eles têm de o ganhar!

Mas tb medicamentos arranjam-se facilmente em qualquer bom traficante!?

Bjs e muita saúdinha! :P

Alexandra said...

Ahahaha!

Eu faço o mesmo! Para alguém que já teve escolioses e hiper-sifoses (uma coluna às ondinhas, portanto)actividades como step, aeróbica, hip hop, dança jazz e contemporâneo são coisas proibidas.

No entanto, dei a volta de tal maneira ao Sr. Doutor, que ficou a pensar que se tratavam de verdadeira fisioterapia, tendo inclusivamente receitado as mesmas.

Entraram para o IRS e tudo!

Ou então entrar na farmácia e pedir drogas duras para dores e lesões, quererem que leves uma pomadinha e responder: "Pomadinha? Mas eu sou uma bailarina! Amanhã tenho o espetáculo da minha vida e vou ter que actuar, mal ou bem!"

Saio de lá carregadita de substâncias que fariam corar qualquer coffee shop em Amsterdão.

Sad Tear said...

não quero ser pessimista mas isso qualquer dia pode correr mal! lol :P

Gingerbread Girl said...

Top Ten?!? :o

Fosga-se Ervi... grande drunfado! =D



Sad Tear... não sejas pessimista... vá láááááá *.*

M. said...

Sweet Pea, algo especial para ti ná no meu estabelecimento.