Monday, March 30, 2009

Chuveirinho à Moda do Ervi

Quase todas as pessoas seguem uma determinada ordem no duche. Um ritual do habitual, o conforto da rotina miscigenado com o calor terapêutico da água e a lavagem de mente e corpo, na eterna purga dos pecados pendentes. Enxaguar é preciso.

Normalmente, sigo a orientação do eixo Norte-Sul: cabelo quando há, cara, braços, tronco e finalmente a pila, que, naturalmente, me consome imenso tempo. As costas só lavo quando não estou sozinho e abaixo das coxas teria de me dobrar pelo que nem pensar nisso. Tomo duche para relaxar, não é para me esfalfar com exercícios violentos a roçar a crueldade dos trabalhos forçados de um Gulag moderno.

Ao contrário das senhoras, não uso o chuveiro para qualquer terapia de substituição marital e hiperventilações múltiplas. Também não padeço de preocupações de lavar o pipi primeiro e o rabo depois, isso é para meninas. Afinal de contas se um gajo anda por aí a enfiar o pirilau em tudo o que é bum bum guloso parece-me descabido que se preocupe com a fauna e a flora do seu próprio traseiro. Homem que pense sequer nisso já passou o ponto de não retorno e já joga no Felattio Futebol Clube.

Gosto de usar o sabonete directamente na pele, gel é demasiado homo-erótico para mim, e deixo sempre a minha marca em forma de pêlo incrustado, uma maneira simples e prática de demarcação territorial, bem mais civilizada e socialmente aceite do que urinar nos reposteiros.

Secar também não é comigo, não nasci para isso. Visto o roupão turco, sento-me no bordo da banheira e espero. Vezes há em que nada acontece, outras tenho ideias brilhantes para posts como este...

19 comments:

Mozka Tché Tché said...

Mas sabes que isso de esperar sentado, o mofo... enfim.

Gingerbread Girl said...

Eu acho é que tu gripaste por não te secares e depois surgem posts como estes... com o delírio da febre.

*.*



*

ventania said...

Admiro a tua atitude de "não secagem".
Se basta esperar que o corpo seque por si mesmo, porquê desperdiçar energias nisso ?

Ervi já davas algumas dessas ideias brilhantes ao sr. Sócrates não?
=)

Saúdinha da boa!

Osga said...

Acho que o uso do sabonete é algo não resolvido do passado...

Anonymous said...

Gosto qdo escreves assim!Cheio de ritmo e com umas pérolas pelo meio.
;o)
kisses
mhmalhoa

Mad said...

Mofo? E os cogumelos? Isso é que deve ir aí uma criação particular!

Anonymous said...

Um cogumelo trá lá lá...

PKB said...

E que tal comprares uma daquelas escovinhas com cabo comprido para lavares as costas e abaixo das coxas?...

Contudo, apraz-me saber que perdes algum tempo a lavar o pirilau. Fica-te bem esse gesto.

The Sleepy One said...

Acho que o facto do Ervi nao querer fazer esforços e lavar as partes baixas "não é para me esfalfar com exercícios violentos a roçar a crueldade dos trabalhos forçados de um Gulag moderno" é um pouco como ali a Osga diz, tudo passa pelo sabonete ser um caso mal resolvido do passado... lol

Abraço!

Fabulosa said...

eu li o post, a sério que li, mas gostei foi da cortina. aquilo sim, dá cá uma auto-estima logo ao início do dia antes de nos metermos em trabalhos... ;)

Alexandra said...

Mad - Ahahahahhaa!

Temos produção biológica!

Nagareboshi said...

XD ja deves ter fungos nas unhas dos pés onde já se viu não lavar as pernas e os pés?!

najla said...

ahhh...e esqueceste-te do ritual do peidinho e do habitual ensurdecedor e nojento limpa nariz...

MMM. said...

A minha cortina tem ursinhos de peluche em várias bolsinhas...! ahaha
Mas a tua tb n é má!

PKB said...

Eu tenho portas de correr.

IMP said...

Devo de confessar que este teu post fez me lembrar o extinto blog "O meu pipi" (^_^)!

Poisoned Apple said...

Brilhante! :)

ZaniNE said...

Oh Ervi, afinal tu tens pipi, tens pirilau ou és hermafrodita e descaiste-te? Ah?

Beijoquinha e desculpa qq coisa...? ;P

Mónica said...

ui esse traseiro já deve ter plantações de leguminosas