Monday, April 13, 2009

Não Posso Dizer Que Odeio a Páscoa

Não posso dizer que odeio a Páscoa pois passa-me bastante ao lado. O facto de ontem ter almoçado e jantado sozinho diz muita coisa. Sozinho, sozinho, também não foi que o Björn e a Zenaide, as vozes mais religiosas da minha cabeça, almoçaram comigo. A Bola, ao almoço, e a FHM, ao jantar, também me fizeram companhia. Esta última chegou camuflada dentro da ementa e acompanhada da tradicional piadinha pascoal do “Mestre Mendel, não quer um par de ovos desses para entrada?”

Não posso dizer que odeio a Páscoa mas também me é impossível gostar dela. Sempre me pareceu um Natal de terceira categoria em que não há grandes certezas daquilo que é para fazer. Se ainda crucificassem uns gajos no Terreiro do Paço talvez a coisa animasse (eu teria imensas sugestões). De certeza que um banco não se faria rogado em patrocinar a “maior cruz do mundo” e o Presidente da Câmara poderia vangloriar-se de ter recuperado a tradição, essa sim histórica e culturalmente significativa, de limpar o sebo a umas quantas centenas de desgraçados.

Não posso dizer que odeie a Páscoa mas não percebo o que é que os coelhos têm a ver com ovos de chocolate e estes, por sua vez, a ver com Jesus que provavelmente comeria, para além da Madalena Maria, amêndoas e folar todo o santo dia. Enfim, nem me posso queixar porque nunca li Dan Brown nem José Rodrigues dos Santos e, provavelmente, vem lá tudo bem explicado.

Não posso dizer que odeie a Páscoa mas dou graças a Deus por Jesus ter sido carpinteiro. Imaginem o que seria de nós se o fulano tivesse sido gastrenterologista e os romanos, danados para a brincadeira, o tivessem afogado numa latrina palestina. Dois mil anos depois ainda andaríamos todos a ir constantemente ao altar...Ai, espera, eu até vou e nem sou gajo para comer muitas fibras!

8 comments:

Sanxeri said...

Ervi, ma boy, tu tens piada.

Para mim Páscoa é dia de enchar o bandulho. Tenho dito.

Kika Canas da Lapa said...

É que ainda por cima nem tem rabanadas.. :S

maria teresa said...

Pessoalmente considero o domingo de Páscoa como um dia, em que com facilidade poderíamos juntar quem amamos, à volta de uma mesa, em vez de só o fazermos quando algum de nós morre.

Gingerbread Girl said...

A Páscoa para mim, só significa uma coisa...SECA, uma valente SECA!!

Girilim said...

ainda por cima, milagre de páscoa é caber na roupa, depois de um fim de semana a ingerir continuamente ovos moles, castanhas de ovos, fios de ovos, creme de ovos, amêndoas, amêndoas de chocolate e afins, só porque é páscoa.

ZaniNE said...

Eu adoro a Páscoa. Aliás, adoro qualquer outra desculpa que me possibilite malandrar, passear e comer bem! ;)

Bjs.

ZaniNE said...

... Já te tinha dito que não vais para o céu, Ervizinho?

Digo mais, tu deves estar ao nível do Tintim Loureiro ou do Pintinho, no que diz respeito a pecados!? :P

Fada said...

:)

São opções...

Se quiseres saber um bocadito sobre os ovos e os coelhos, lê o meu "Eostre e a Pascoa", do dia 10 de Abril. :)

Se não quiseres, não leias... :p

Beijitos