Friday, May 15, 2009

Uma Praia Longe Demais

Por razões que a razão desconhece, quando o entusiasmo esmorece e a vontade arrefece, o melhor é esperar que depois acontece. Não pensar, não prever, não forçar. Deixar o pensamento vagabundear, deixá-lo andar a mendigar, deixá-lo estar de papo estendido, neste corpo ferido, a descansar, a recuperar, ao sabor da maresia do ar, a trautear a melodia do mar.

14 comments:

Fada said...

Muito longe, e bem dava jeito que estivesse pertinho, agora... :(

beijitos

maria teresa said...

Que romântico que hoje estamos!!!
Mas simultaneamente nostálgicos...

Nexis said...

Ervi esmeraste-te!!! C'a ganda post!

PKB no T12 said...

Beijinhos!*

Madame Butterfly said...

Ó Ervi...deixaste-me sem palavras. Absorvi cada frase, palavra, cada ponto.

Jiboia said...

Primeiro comentário neste blog para te dizer: Excelente post!

anisca said...

Muito profundo este post...por vezes é mesmo assim!!!

Ana Laranja said...

Mas sempre com um olho nas ondas, não vão elas darem em frescas... :P

aninhas said...

Very deep :)


hugs and kisses from kikos world

Gingerbread Girl said...

Olha olha... agora deu-lhe para ser todo deep e intenso... :|


Where is ERVI??? :s

Inês said...

São posts destes que se querem. Fantástico.

Joana said...

Há que deixar andar o pensamento e não só...

tcl said...

isso!

MS said...

longe tão longe....deixa lá, não sabem o que perdem.