Monday, July 20, 2009

F.F.

Estive tanto tempo de e por fora que nem tenho veleidades em conseguir pôr a leitura dos vossos blogues em dia. Presumo que continuem viçosos e pujantes, abichanados (Olá Alf) e errantes. Estou pouco preocupado se falaram ou não do Michael Jackson, do Tamiflu ou da grande vitória das forças do Bem no Torneio do Guadiana, mas seria imperdoável se tivessem deixado passar em claro a morte da Farrah Fawcett, a Texana que, em conjunto com a Maya do Espaço 1999 e a loira das favolas afastadas dos ABBA, me preenchia as fantasias inocentes dos anos pré-pubescentes.

5 comments:

gilvas said...

junto-me à onda de protestos, mas ressalto que farrah fawcett era uma mulher por demais azarada. pou, morrer no mesmo dia que o mj?

Alf said...

Fizeste-me tanta falta, Ervizinho.

Abraço do

Abixanado Alf

Teresa said...

FYI, a loira das favolas afastadas dos ABBA viria a arranjá-las (tal como a S'D. Mandona).

Thenho o DVD ABBA Gold em que isso é por demais evidente.

maria teresa said...

MEU QUERIDO VOLTASTE! QUE BOM, FICO MUITO CONTENTE! MAS PODES CONTENTAR A MALTA COM UMA PROSA MAIS ALONGADA, NÃO PODES.
APROVEITO PARA SAUDAR O ALF!

Anonymous said...

Ervi
Por favor mete a macaca na ordem que ela já não tem idade para brincar a macaca senão é o fim da macacada.
E se vires o macaco do ter irmão manda-o para a selva!
Ana Rita