Friday, June 22, 2007

O Ginásio (III) – Ervilha Contra-Ataca



Nem imaginam o que me aconteceu! Estava eu à entrada do ginásio numa luta titânica com a máquina das senhas pois queria ir à aula de step, quando vindo do nada, qual gueixa que não anda mas flutua, apareceu um dos comerciais que disse:

- Ó Sô Dôtor com que então tem um blog, hein?
Olhei para os lados na vã esperança de que ele não estivesse a falar comigo, mas estávamos sózinhos.
- Eu ?!?! – retorqui fazendo aquela expressão de virgem ofendida inocente que aprendi só de observar jogadores de futebol prestes a receber o cartão vermelho.
- Sim, Senhor! – respondeu de forma arrastada – mas não se preocupe, que eu tenho uma proposta para si.
- Bem, nesse caso, eu não confirmo, nem desminto
- Se o Sô Dôtor se puder comprometer a continuar a publicitar discretamente o nosso health club estou autorizado a oferecer-lhe uma mensalidade grátis.

Depois de um milisegundo de indignação, “Este tipo pensa mesmo que vou vender a minha alma ao diabo por uma mensalidade? Quem é que ele pensa que sou? Me Je Moi sou o Ervilha Albina, licenciado pela farinha Amparo e com distinção!”, retorqui:
- E que tal um pacote de 20 aulas individuais com a Mamífera?

O seu rosto abriu-se num sorriso rasgado, meio caminho já estava andado, só faltava o código postal. Depois de uma árdua negociação, em que puxámos às nossas costelas árabes, lá chegámos a um acordo: 5 aulas individuais de Mamíferagem (neologismo ervilha), 2 toalhas durante 6 meses, um dos cacifos exteriores durante 3 meses, 15 dias de mensalidade grátis e uma cláusula de confidencialidade recíproca.

Enquanto me dirigia para o balneário passei pela caixa multibanco, pela Playstation, por inúmeros plasmas e LCDs, pelos elevadores, pelas máquinas de sumos e pelos maravilhosos painéis decorativos com imagens de ilhas tropicais desertas, de areia branca e mar transparente. No avançado sistema sonoro, super hi-fi, passava a Shakira (que é de um país chamado Colombo – pista discreta nº1) e, nesse momento, pensei para com os meus botões: “Sou um privilegiado, estou no MELHOR HEALTH CLUB DO MUNDO”. Já vos disse que podem ter uma segunda toalha? Sim? E de como os cacifos são espaçosos?

Lá fora brilhava o Sol (pista discreta nº2) e eu, nem sei porquê, lembrei-me dos Incas (pista discreta nº3).

Chegado ao magnífico balneário comecei a cogitar como é que o comercial tinha, em tão curto espaço de tempo, dado com este meu blog. Só podia ter sido o meu cunhado, essa boca de trapos!
Ele é uma pequena celebridade aqui no ginásio, não no sentido “Caras”, “Hola!” ou “Nova Gente” do termo, mas mesmo assim ao nível de um “Jornal da Paróquia da Nossa Senhora do Amparo de Benfica”, de uma “Ana” ou, pelo menos, de uma nota de rodapé no “Crime”.

O Malandro tinha tentado entalar-me, mas eu agora já tinha tantas toalhas quanto ele!
E muito mais importante que isso, tinha a Mamífera na minha mira telescópica de predador da horta! Senti-me que nem um ervilheão, um verdadeiro Rei das Leguminosas! Finalmente tinha planos para o futuro, tinha fantasias platónicas, tinha sonhos de felicidade.

“Eles não sabem nem sonham
que o sonho comanda a vida
e que sempre que o Ervilha sonha
o mundo pula e se esmifra
como ervilha colorida
entre as mãos duma Mamífera
Lá Lá Lá Lá Lá Lá Lá
Lá Lá Lá Lá Lá Lá Lá"

M.Freire/A.Gedeão adaptado/devassado por E.Albina

5 comments:

rita maria josefina said...

e as mamíferas do sol inca que se ponham a pau!!
és um vendido....

Ervilha Escriba said...

Vendido não, alugado! Já te disse que lá há ar condicionado? :-)

Bruno Taborda said...

Oops... Parece que fui apanhado a revelar os segredos da família! Mas acho que nem tenho de te pedir desculpa, dado que estás a lucrar com a situação, e precisas de mim para te dar "tips" para o blog...

Ervilha Escriba said...

Se me desses "tipas" era que era bom.
E "tips" dá-se aos taxistas, tu fazes é consultadoria :-)

Bruno Taborda said...

É pá! Sabes que os consultores são muito bem pagos! Pelo menos tão bem como as prostitutas de luxo e os PTs ;-)
SHOW ME THE MONEY!!!