Monday, January 21, 2008

Portugal NeoNazi III

Consoante os países, andar de mota é de entre 3 (EUA) a 60 (Reino Unido) vezes mais perigoso do que andar de carro. O valor médio para a generalidade das nações situa a taxa de mortalidade dos motociclistas num intervalo 20 a 30 vezes superior aos seus congéneres automobilistas.

Se a isto acrescentarmos as emissões de carbono, a poluição sonora e a irritante falta de civismo de muitos (não todos) motociclistas, com destaque especial para os entregadores de Pizzas voadores, não restam dúvidas que urge tomar medidas.

Tendo isto em conta e seguindo a tradição recente em que o Estado Português se propõe a substituir os cidadãos nas suas livre escolhas, proponho legislação que proíba a circulação de motociclos fora dos recintos de autódromos, eventos desportivos, circos e “poços da morte” em feiras populistas.

5 comments:

Piston said...

Sou motociclista e concordo com quase tudo.

- A minha moto é menos poluente que qualquer carro a diesel ou a gasolina
- Andar de mota pode vir a causar danos físicos. Não é garantido.

Ervilha Escriba said...

Caro Piston,

Juro que não fazia ideia que eras motociclista! :)
Acho que fazes muito bem e que como qualquer outra opção na vida tem os seus prós e os seus contras. A questão que me interessa prende-se com poderes ser tu a tomares essa decisão e que nunca seja o estado, a câmara, o bastonário da ordem dos médicos ou a Associação dos Amigos da Marginal a fazê-lo por ti.

Ervi

Anonymous said...

Podemos andar de moto com o Hitler?

Jeffrey....

Ervilha Escriba said...

Jeffrey,

Podes, mas só se ele for à "pendura", bem agarradinho a ti por detrás e a sussurar-te miminhos nessas tuas orelhas judias :D

Ervi

mighty aphrodite said...

eu cá por mim, só declaro uma fatwa aos entregadores de pizza. são uns terrores da estrada, sempre na brasa, mas nem por isso o serviço de entrega é mais rápido.