Monday, December 1, 2008

Blogue : A Gota de Ran Tan Plan

A Teresa do A Gota de Ran Tan Plan escreveu um post de gosto muito duvidoso onde colocou uma foto deste vosso humilde servo. Sendo eu um devoto crente na máxima de que “there’s no such thing as bad publicity”, agradeço com salamaleques e piruetas múltiplas e tento com o presente texto retribuir o mimo, apesar de estar consciente das minhas sérias limitações mentais.

Como podem observar na fotografia, a Teresa, apesar da icterícia que a acomete (isto não soa nada bem eu sei, não é à toa que este é um dos meus verbos preferidos), é uma pessoa muito sorridente e bem-disposta. Reza a lenda que sempre que vai a Londres sente a compulsão de atravessar a pé a ponte de Waterloo, enquanto trauteia canções dos Abba e outros êxitos de Festivais da Eurovisão dos anos 70.

Também adora ser fotografada tendo como pano de fundo monumentos fálicos. Para além do Big Ben, constam da sua fototeca a torre da BT, a Battersea Powerstation, a Agulha da Cleópatra, o Monumento ao Alberto e resmas de fotos de Canary Wharf.

Gosta de viajar, de cães, de gatos, dos Beatles, do Starbucks, de panamás e brincos de argola, do Nuno Gomes e do Benfica, razões só por si mais do que suficientes para justificarem uma visita ao A Gota e de perdoarem à Teresa os seus devaneios operáticos e outras erudições que me fazem bocejar como se não houvesse amanhã (lol!). Também não lhe levem a mal o facto de o seu blogue ser frequentado pela Nani, pela Mad, pelo Alf e por outros vilões da blogosfera média-alta. Afinal de contas “podem-se escolher os amigos mas não os leitores “.

12 comments:

Nani said...

A contar contigo somos 4 vilões.
Sinto-me o Joe Dalton! :P

Alf said...

Eu não gosto de me ver envolvido em polémicas, ladroagem, sexo virtual, monumentos fálicos e coisas dessas.

Nem de ser exposto em blogues de pessoas que dão nome ao próprio zézinho.

O que te safou foi a coisa do média-alta.

Ervi Mendel said...

Chamas zézinho ao teu? E escreves com minúscula?

Alf said...

Chamo. Sou um tipo tímido. E Carlão era exibicionista.

Ervi Mendel said...

Concordo. Carlão é um pouco excessivo. Dizem que a virtude está no meio e como tal sugiro: Zé Carlos!

Alf said...

Seja Zé Carlos, então. Mas terá que ser Valente de apelido... A isso não posso fugir.

Ervi Mendel said...

Claro. O meu também se chama Cuspidor do Amor "de" Mendel...

Teresa said...

Ora bolas! Julgava eu ter um gosto requintado e vens tu e, sem mais nem menos, tiras-me as ilusões todas! Então os meus posts (ou, pelo menos, aquele) são de gosto duvidoso?

E pronto, lá entrou o psicólogo de serviço: que conclusões tiras, já agora, de eu adorar (dizes tu...) ser fotografada tendo como pano de fundo monumentos fálicos? É que estou lembrar-me de outros, diacho... O Emprire State Building, o Chrysler... Isso pode querer dizer o que?

Mesmo assim dou-te razão numa coisa: “there’s no such thing as bad publicity”, que entraram-me imensos visitantes na Gota vindos daqui...

Um beijo. :)

maria teresa said...

Ensandeceram? Ou isto é um ensaio para a próxima telenovela da TVI?

Mad said...

Eu contra monumentos fálicos não tenho nada, estejam eles no fundo ou não.

E com esta me vou, depois de ter enterrado mais ainda (se é que era possível) o nível deste post.

LOL! Pobre Teresa!

Ervi Mendel said...

Teresa,
Tens um gosto sublime tirando o Chris de Burgh e uma ou outra coisita aqui e ali.

Não sei a explicação, mas sei que tudo o que é gente que se preze tem fotos com a Torre Eiffel ou a de Pisa ou similar. Provavelmente existe memória do momento da fecundação e é reconfortante estar (à escala, hehe) junto desses monumentos fálicos.

Mad,
LOL! Que comentário tão delicioso! Com amigas assim sou eu que digo: "Pobre Teresa!"

Anonymous said...

dedicate justified enriched forum integration uttaranchal minorsee sideline power initial memory
lolikneri havaqatsu