Wednesday, September 5, 2007

Top Ten Coisas Que as Mulheres, em Geral, Não Compreendem

Playboy Magazine, February 1968

Aviso: Este Post contém cenas eventualmente chocantes e de muito mau gosto. Se a leitora for impressionável, por favor, abstenha-se de o ler. É no entanto seguro para quem sofra de epilepsia, Síndroma de Tourette ou tenha ligeira(s) deficiência(s) na fala.


Que ter Menstruação, Ovulação, Tensão (pré-menstrual, mamária, dos hemisférios cerebrais, etc), Terapia de Substituição, PapaNicolaus, Partos, Cesarianas, Rearranjo das Merdas, etc, não lhes dá direito a tratamento de excepção, não lhes confere superioridade moral, nem sequer um estatuto especial.
Com efeito, o facto de terem pipi, mamas e rabo (a ordem das preferências é arbitrária) e o consequente poder decisório de quando os partilhar connosco é que lhes possibilita um tal ascendente.

Que muito poucos homens têm poderes divinatórios e telepáticos.
Acham que o David Copperfield andou a comer a Claudia Schiffer por acaso? Não,não! Ele tinha a rara capacidade de lhe conseguir ler a mente e, bem, o facto de ter umas mãozinhas mágicas também o beneficiou. Infelizmente, para ele, nunca chegou a aprender alemão e o noivado desmoronou-se.

A escarreta.
Eu pagava para ver o que iria acontecer se as mulheres sofressem de escarretas. Sim, estou a dirigir-me a vocês, minhas Senhoras, que mesmo que cheire mal não respiram pela boca, que não se sentam nas casas de banho públicas, que não engolem coisas muito menos nojentas (estou a pensar em ostras), que panicam sempre que tem pêlo à vista e é hora de ir para a praia, que dão gritinhos quando um insecto/réptil/pequeno roedor faz uma visita, que se preocupam se os elásticos das cuecas/soutiens são vísiveis/têm relevo, etc. Eu pagava para vos ver engolir uma verdinha e amarela, duas ou três vezes por dia (valor médio, dados do INE), para o resto da vida...

A lei do fora-de-jogo. E desenganem-se se pensam que eu vou ensaiar explicar.

As colecções e o apego material que os homens têm por objectos inanimados.
Esta é fácil de tentar explicar: os objectos são de confiança, não tem mudanças de humor, quando bem escolhidos duram uma vida, ficam no sítio onde os deixamos e nunca reclamam. Além disso, na maioria dos casos, os homens optam por uma colecção que os faça recordar a infância, esse tempo feliz em que os genitais não os comandavam e a vida corria simples.

O fascínio dos homens pela pornografia e alternadices similares (strips, peeps, etc).
Os homens, *nos primeiros contactos*, são exclusivamente visuais e só lhes interessa uma mão cheia de coisas: mamas, rabo, pernas, boca e, não esquecer, os taradinhos dos pézinhos.
Os espécimens mais evoluidos vão dizer-vos que foram os vossos olhos, voz, mãos, sorriso e, a mãe de todas as mentiras, a vossa mente que os atraiu. Tudo tretas, tangas, canção do bandido, bullshit com B maiúsculo.
Ora como as actividades acima descritas dependem a quase cem por cento do sentido da visão (há sempre quem alegue que a audição também desempenha um papel importante, em especial se as senhoras gemerem em estrangeiro) e não é preciso pagar jantares a ninguém, é perfeitamente natural que muitos homens optem por essa(s) via(s) para complementar a sua vida sexual.

A Diarreia, o peido líquido ou o porquê de não se dever usar cuecas brancas.
Já não tenho coragem de elaborar. A escarreta já é mais do que suficiente para um só post. Além do mais mostrei um rascunho disto à Peggy e à Debbie e elas ficaram com um ar tão desolado que eu não tenho mesmo intestino para o publicar.

Porque é que os homens se masturbam como se não houvesse amanhã.
Bem, uma das explicações óbvias é que pode mesmo não haver amanhã. Outra é porque desde a comercialização do Viagra os machos modernos se preocupam em levar um estilo de vida saudável e em prevenir o cancro da próstata (uma sarapitola por dia nunca fez mal a ninguém!). Estudos recentes apontam para que os punheteiros sejam 90% menos atingidos por este terrível flagelo do que os exclusivamente coitadores e os celibatários. É um caso clássico de Cano limpo, vida longa (o que é absolutamente distinto de Cano longo, vida limpa).
Outra das razões é biológica. Enquanto as fêmeas já nascem com todos os óvulos que vão usar durante a vida, e daí ser importante manterem-se longe de fontes de metais pesados, cabos de alta tensão e homens chamados Urânio, Rádio ou Plutónio, os machos pós-pubertários estão em labuta produtora constante de girinos espermatófilos e têm de dar vazão à coisa, haja o que houver, chuva ou sol, noite e dia.

Que se, por um lado, a pílula contraceptiva é a melhor invenção de sempre da Humanidade, por outro, e só para os homens, o preservativo é a pior.
Nunca conheci um único homem que gostasse de usar um.
Fazer amor de preservativo é como comer chocolate com a prata, com o papel e o saco de plástico do Continente. Nós fazemo-lo porque precisamos mesmo mesmo do chocolate, só por isso.
Eu até sei que para vocês, caras leitoras, com preservativo é agradável pois: a) é muito mais limpinho e não andam a escorrer cenas adicionais á posteriori (eu avisei que havia partes de mau gosto!) b) regra geral faz com que os machos se aguentem mais tempo e que vocês tenham uma probabilidade mais justa de “climaxar” c) de um ponto de vista técnico o preservativo engrossa o pénis (desculpem o longo parêntesis, mas tive agora uma das minhas epifanias em que me consciencializo que sou doente mental e fico para aqui a rir sozinho) d) dá menos hipótese ao homem de simular o orgasmo.
Como tal, minhas senhoras, se estiverem numa relação estável e monogâmica não sejam mázinhas, dividam o mal pelas aldeias, e não venham com o “a pílula engorda, faz mal” que isso é tão démodé, tão século XX.

Porque precisam tanto de nós.
Eu até sei aí uma dúzia de boas razões. Mas não vou dizer. Information Is Power. E podem “vá lá”-me à vontade e prometer-me favores sexuais acrobáticos (ervilh@gmail.com) que daqui não levam nada. O Ervilha Albina é um túmulo, não tem cócegas e aguenta meses a luz solar e água (só precisa da SportTV).

19 comments:

Poisoned Apple said...

Houve momentos em que fiquei mesmo com nojo. Estou enjoada... iarc!

AR said...

oh Branca-de-neve, isso de estar enjoada deve ser por causa do veneno na maçã! ou não me diga que se deixa impressionar por tentativas infanto-juvenis de meter nojo às raparigas? isto é só o rapaz a tentar ter (mais) alguma atenção feminina, não ligue. best regards, ar

Zexorcista said...

Lindo, absolutamente lindo... estou já a tirar o link e a colar para enviar a meia dúzia de tipas que conheço.

Só tenho uma questão: por acaso não tens dores de costas, pois não?

Caso contrário, acho que vais ter um problema quando tiveres que começar a dormir no sofá e a bater três sarapitolas por dia - as necessitadas – em vez de uma sarapitola por dia (essa, a desportiva). Nessa altura não sei se o sucedâneo da queca será a sarapaitola ou se o sucedâneo da sarapitola é que será a queca... Pelo sim, pelo não, eu opto por estar calado – tenho a pele das mãos muito calejada e não é nada confortável. Dass...

Um abraço

Cat said...

Ainda bem que pelos vistos não me enquadro nisso das "mulheres em geral"... Sei o que é um fora de jogo, relativamente á pornografia e á masturbação, considero que as mulheres têm as mesmas necessidades mas gostam de se armar em púdicas, acho que precisamos dos homens, detesto preservativos, não me importo de dizer o que quero sem obrigar a habilidades divinatórias...Agora a escarreta e a diarreia, poupa-me, isso já seria compreensão a mais!

Passarinha said...

genial!!! :)
jinhos

Débora F. said...

AR,
Tens toda a razão minha linda. Mas lá que resulta, resulta!!

Debbie

PS: Já sei que ele vai aí, depois peço-lhe para te levar uma prendinha que vi e achei que era a tua cara.

Ervilha Escriba said...

PA,
oohh! Compensan?

AR,
A voz da experiência?

Zexorcista,
Eu uso aquela do "estava a falar do homens em geral" não de mim!!! E depois, claro, flores, chocolates, o que for preciso...

Cat,
Sempre a marcar muitos pontos, onde andavas quando eu fui "single" pela última vez?

Maria do Céu,
Thank you. You are too kind! :-)

Debbie,
Contigo falo depois...quando vieres com uma vozinha doce pedir para eu servir de mula de carga...

Ervi

AR said...

Debbie, minha querida, es um amor, as usual. Ja q o ervi vai ser 'mula-de-carga' (his own words...), nao te queres tentar meter dentro da mala dele e vir para os meus bracos? Dentadinhas para ti, AR.

AR said...

Ervi, minha coisinha mai linda, e so p deixar dentadinhas p ti tambem, pq se nao ja sei a cena de ciumes q vem a seguir... vem, vem ter comigo, q eu depois dou-te as dentadinhas em pessoa (as tuas e as da Debbie, q nao sabe o q perde por nao vir). Love, AR.

SF said...

Eu cá o que me parece é que no que respeita a escarretas, e apesar de não ter percebido o que têm as ostras a ver com o assunto (adoro ostras!), nem os soutiens e muito menos os insectos, o que distingue um homem de uma mulher é uma questão de educação, civismo e quem sabem, um pouco de delicadeza... já ouviram falar de lenços?

Sim, é o facto de termos pipi, rabo e mamas que nos dá pleno ascendente sobre vocês. E resulta não resulta?
Queres que eu explique as regras do fora-de-jogo?

A sério que os nossos lindos olhos não fazem milagres? Nem o nosso parlapié interessante?

Ainda bem que não elaboraste a parte da diarreia, não se me apraz dizer nada sobre o assunto.

Mas porque é que os homens não sarapitolam mais? E quem disse que as mulheres não são sarapitoleiras? As coisas que não sabem sobre nós...

Preservativo... mau, péssimo! Rompe-se, sai, cheira a borracha, blagh!

Eu sei porque precisamos de vocês mas também não digo. Não digo não digo não digo. Mas não se enganem, não precisamos assim TANTO.

Ervilha Escriba said...

AR,
És AR em português e AIR em inglês. Citando o Dr.House: You know how they say, "you can't live without love"? Well, AIR is even more important.

Quanto à Debbie não saber "o que perde por não vir" recomendo-te a leitura do post "Ó Dois"

Ervi Osso

Ervilha Escriba said...

SF,

Fico feliz que sejas mesmo uma mulher (nem preciso de te relembrar o quanto!) e que não compreendas "a escarreta", pois um único bicho desses fura um pacote de lenços de papel de um lado ao outro com plástico e tudo e arruina um lenço de tecido de uma só vez!

Nas fases iniciais, nem os olhos, nem a conversa servem para nada. Aliás homem que se preze, não ouve nada do que a mulher diz e só se concentra na sua boca a mexer, para poder dar asas a fantasias sexuais do 3º escalão.

As mulheres com quem eu tenho confiança para discutir/observar o fenómeno não sarapitolam. Masturbam-se com classe, dignidade e elevação ou nas tuas palavras com educação, civismo e delicadeza.

Dos homens, de facto, não sei se precisam assim TANTO. Agora aqui do híbrido ErviMacho já é outra história...

beijinhos,

Ervi, modesto como sempre

Marquês said...

Interessante prespectiva...

Loira said...

LLLLLLLLLOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL

AR said...

Ervi,

tanto mel, ate me derreto :)
es um amor.

qt a Debbie, nota que eu nao usei pronome reflexivo, pois sei que quanto a isso a menina nao tem problema algum

bjs mil

a.

c said...

Ervi, estou a ler tudo de uma acentada e já necessitavamos alguns esclarecimentos e um recordar de algumas das coisas que nos diferem do sexo feminino...

Ervilha Escriba said...

Marquês,
Obrigado, volta sempre

Loira,
Obrigado, volta sempre (estou com uma inexplicável sensação de "deja vu")

C,
Tudo de uma vez ainda te dá uma intoxicação alimentar ;)

AR,

Is this love?

Ervi

Anonymous said...

I like use viagra, but this no good in my life, so viagra no good.

Anonymous said...

http://site.ru - [url=http://site.ru]site[/url] site
site